5 razões para você tirar as ideias da gaveta e publicar seus textos

5

É fato que entre o desejo de escrever e o trabalho concluído há um mar de lava para ser atravessado. No entanto, quando você começa a publicar seus textos é como se uma capa mágica protetora o envolvesse durante a caminhada.

Por mais importante que seja manter o trabalho diário de escrita, ele não precisa ser solitário. Descubra a real importância de tornar públicas as suas ideias e pare de acumular palavras em arquivos e gavetas.

Aumenta a autoestima

Em outro artigo, eu disse que nós escritores temos ego. Ao dedicarmos tantas horas despejando nossas ideias no papel, é claro que desejamos ser lidos. E, apesar de produzirmos sozinhos, precisamos saber se estamos no caminho certo.

Quando lemos um texto, temos contato imediato com as ideias de outra mente, quer concordemos ou não. Aí é que está a magia. Da mesma forma, ao sermos lidos, outros olhares são lançados sobre o texto. Ou seja, não estamos mais trabalhando sozinhos.

Receber feedback pelo trabalho é uma ótima maneira de se manter no caminho. O olhar do outro faz com que avaliemos nossos métodos e continuemos a evoluir. Entre elogios e críticas, o importante é saber que você é lido por alguém.

Somos motivados por recompensas, não importa quais sejam. Ao sabermos que somos lidos e estamos no caminho certo, a vontade de escrever mais e mais virá automaticamente.

Ajuda na frequência da produção

Acordar e sentar-se para escrever todos os dias, o dia inteiro, por semanas, meses, anos inteiros. Ninguém lê o que escreve, você está sozinho. Seu trabalho nunca será recompensado. Suas ideias apenas flutuam no limbo dos arquivos esquecidos na nuvem.

Parece até um filme de terror, não acha? Somos motivados por recompensas, não importa quais sejam. Ao sabermos que somos lidos e estamos no caminho certo, a vontade de escrever mais e mais virá automaticamente. Escrever deixará de ser um esforço para se transformar em uma necessidade.

Você não precisa publicar todos os dias. Escreva todos os dias, mas escolha os textos que te agradam para mostrar ao mundo. Em pouco tempo, você perceberá que possui um portfólio organizado com seus melhores trabalhos.

Melhora a qualidade

Publicar seus textos organiza as ideias em cronologia. Pode ser um blog, uma rede social, uma plataforma de autopublicação, não importa. Chegará o momento em que você sentirá vontade de reler o que escreveu.

Depois de algum tempo lapidando e publicando os textos, perceberá uma melhora na qualidade. É o processo natural da prática da escrita. O olhar do outro somado à sua autocrítica faz com que o seu trabalho evolua sozinho.

Quando menos esperar, terá somado tantas experiências com a escrita que olhará seu eu do passado como um aprendiz.

A questão é que escrever não é o fim e sim o meio – ou seja, não basta escrever, é preciso ter um objetivo e trabalhar nele.

Dá dinheiro extra

Com um pouco de planejamento e dedicação, você pode ser remunerado por publicar seus textos. A questão é que escrever não é o fim e sim o meio – ou seja, não basta escrever, é preciso ter um objetivo e trabalhar nele.

Você pode usar plataformas de trabalhos freelance, como a Rock Content ou o Freelancer.com e ser pago pelo texto. Nesse caso, a recompensa é apenas financeira, já que normalmente não é possível assinar o trabalho.

Se o seu objetivo é fazer da escrita o seu estilo de vida, uma ótima opção é criar um blog profissional, escolher um tema e trabalhar com afinco nele. Mas já vou avisando que é bem provável que demore alguns meses para que seu trabalho dê algum retorno financeiro, por isso seja perseverante.

Constrói seu nome como autor

Enquanto o dinheiro não vem, o reconhecimento paga a conta. Ao realizar um trabalho de qualidade e ter cuidado com a escrita, publicar seus textos fará com que você seja reconhecido como autor. Pode parecer óbvio, mas ninguém descobrirá o seu potencial se você não mostrá-lo.

Ao escrever ficção, pense em suas histórias com carinho e dê o melhor de si. Crie mundos que transportem o leitor a outro patamar, encante-o sem medo. Entregue o melhor de si e trabalhe com vontade.

Já ao desenvolver textos técnicos e explanatórios, escolha o tema e desenvolva-o com cuidado. Acredite no que está fazendo, seja o porta-voz do assunto, uma autoridade na área. Conquiste a atenção do leitor e ajude-o a resolver o problema.

Ao realizar um trabalho de qualidade e ter cuidado com a escrita, publicar seus textos fará com que você seja reconhecido como autor. Pode parecer óbvio, mas ninguém descobrirá o seu potencial se você não mostrá-lo.

Satisfação garantida

Pare de banalizar o ato de escrever. Se a escrita te chama, faça dela a sua arma de luta. Ela é o meio que te transportará ao seu objetivo, mas, para isso, é preciso publicar seus textos. Entender, afinal, quais frutos podem nascer do processo criativo.

Sua voz não precisa viver solitária, entreouvida em suspiros esporádicos. Ao tornar suas ideias públicas você ajuda a sua autoestima, fica mais motivado a produzir com frequência, melhora a qualidade da escrita, cria seu nome como autor e ainda pode ser remunerado por isso.

Mostre ao mundo que você é autor não só dos seus textos, mas também do seu destino. Que não se deixou levar pela incerteza e aceitou o desafio de ser escritor.

Escreva mais e melhor com a Caixa de Ideias do site Oficina de Escrita

Sobre o autor

Mylle Silva

Escritora desde que se conhece por gente, vive um conflito eterno com as histórias e ideias que insistem em habitar sua mente. Publicou o livro de contos A Sala de Banho (2014), e as HQs A Samurai (2015) e A Samurai: Yorimichi (2016).

Deixe o seu comentário

Deixe uma reflexão

Mylle Silva

Escritora desde que se conhece por gente, vive um conflito eterno com as histórias e ideias que insistem em habitar sua mente. Publicou o livro de contos A Sala de Banho (2014), e as HQs A Samurai (2015) e A Samurai: Yorimichi (2016).